COVID-19 – Novas regras para entrar na Itália

May 18, 2021

[updated May 18, 2021]

 

Viajantes da lista C países (Austria, Belgica, Bulgaria, Chipre, Croacia, Dinamarca – incluindo as ilhas Faroe e Groelandia – Estônia, Finlândia, França – incluindo Guadeloupe, Martinica, Guiana, Reunião, Mayotte e excluindo outros territórios fora do continente Europeu –  Alemanha, Grécia, Irelanda, Israel, Letônia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Holanda – excluindo outros territórios ultramarinos fora do continente Europeu – Polônia, Portugal – incluindo Açores e Madeira – Reino Unido, Republica Tcheca, Romênia, Eslováquia, Eslovênia, Espanha – incluindo os territórios na África – Suécia, Hungria, Islândia, Noruega, Liechtenstein, Suíça, Andorra, Mônaco) não são mais obrigados a se submeter a quarentena na sua chagada na Itália. não são mais obrigados a quarentena na chegada à Itália. Eles devem, no entanto, preencher uma autodeclaração *, informar o Departamento de Prevenção da autoridade de saúde local sobre sua chegada e apresentar um certificado verde Covid-19 confirmando um teste buconasal negativo (molecular ou antígeno) feito nas últimas 48 horas antes de entrar na Itália ..

 

Os viajantes do Canadá, Japão e Estados Unidos da América não precisam mais ter um motivo específico para entrar na Itália (assim como viajantes de outros países da lista D – Austrália, Nova Zelândia, Ruanda, República da Coréia, Cingapura, Tailândia). Na chegada, eles precisam informar ao Departamento de Prevenção da autoridade de saúde local que entraram na Itália, preencher um formulário de autodeclaração *, apresentar um teste molecular ou antígeno negativo feito nas últimas 72 horas antes de entrar na Itália e quarentena por 10 dias. Após o período de auto-isolamento, outro teste molecular ou antigênico deve ser feito.

 

As autorizações para vôos Covid-tested foram estendidas aos seguintes países: Canadá, Japão, Emirados Árabes Unidos e Estados Unidos da América.

 

Os viajantes dos países da lista E (ou seja, todos os outros países não incluídos nas listas acima, com exceção da Índia, Bangladesh, Sri Lanka e Brasil aos quais se aplicam regras especiais) podem entrar na Itália apenas por motivos específicos, como trabalho, estudo , saúde, ou outras razões absolutamente essenciais, ou para retornar ao seu domicílio ou  residência. Os requisitos são: informar o Departamento de Prevenção da autoridade de saúde local na chegada, preencher um formulário de autodeclaração *, apresentar um teste de esfregaço negativo (molecular ou antígeno) feito nas últimas 72 horas antes de entrar na Itália e quarentena por 10 dias . Após a quarentena, é obrigatório fazer mais um teste molecular ou antigênico.

 

*O formulário de autodeclaração em papel será substituído em breve por um Formulário Digital de Localizador de Passageiros.

 

 Regras especiais se aplicam a viajantes da Índia, Bangladesh, Sri Lanka e Brasil.

  • a entrada na Itália da Índia, Bangladesh ou Sri Lanka é permitida apenas para cidadãos italianos registrados como residentes na Itália antes de 29 de abril de 2021; Cidadãos italianos registrados na A.I.R.E. (Registro de cidadãos italianos residentes no exterior); viajantes autorizados pelo Ministério da Saúde.
  • A entrada do Brasil na Itália é permitida apenas para residentes na Itália antes de 13 de fevereiro de 2021; para aqueles que viajam para encontrar seus filhos menores ou cônjuge na Itália; a quem viaja por motivo essencial com autorização do Ministério da Saúde.

 

Para o conjunto completo de regras e exceções que se aplicam, consulte https://www.esteri.it/mae/resource/doc/2021/05/annex_to_self-declaration_form_justifying_travel_to_italy_14.05_eng_293.pdf

ou preencha o questionário em https://infocovid.viaggiaresicuri.it/index_en.html

Advogada, admitida no Brasil desde 2015, com especialização em direito de imigração e cidadania. Ela é ítalo-brasileira, chefe do Brazilian Desk. Sua língua materna é o português e fala fluentemente italiano e inglês. Ela mora em Siena.

  • Entre em contato

    Para solicitar uma avaliação preliminar ou para marcar uma consulta via vídeo conferência com um de nossos consultores, forneça seus dados de contato e entraremos em contato nas próximas 24 horas (úteis).

    Preencha o formulário →
  • MAZZESCHI S.r.l. - C.F e P.IVA 01200160529 - Cap.Soc. 10.000 € I.V. - Reg. Imp. Siena 01200160529 - REA SI-128403 - Privacy Notice - Cookies Policy
    Copyright © 2019 by Mazzeschi - Web Designer Alessio Piazzini Creazione siti web Firenze
  • Mazzeschi S.r.l. | Operazione/Progetto finanziato nel quadro del POR FESR Toscana 2014-2020
    Il progetto ITACA (ITaly Attract ChinA) è un investimento nei paesi/mercati a lingua cinese, in particolare Taiwan con l’obiettivo di accrescere le quote di mercato dell'azienda. Tramite ITACA la Mazzeschi Srl ha aperto un ufficio a Taiwan con assunzione di personale di lingua cinese, creato un sito internet in lingua cinese e partecipato a fiere e varie attività di promozione a Taiwan.

    Mazzeschi S.r.l. | Project co-financed under Tuscany POR FESR 2014-2020
    The ITACA project (ITaly Attract ChinA) is a fund to invest in Chinese-speaking countries/markets, in particular Taiwan with the aim of increasing the company's market shares. With the help of ITACA project, Mazzeschi Srl has opened an office in Taiwan and has hired a Chinese-speaking staff, created a Chinese website and participated in fairs and various promotional activities in Taiwan.